O profissional de TI mais certificado no mundo é brasileiro

Publicado: janeiro 24, 2011 em Ambiente de Trabalho

Bastante interessante a entrevista concedida à INFO por  Dalton Gerth, gerente técnico de cursos do Sindpd (Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados e Tecnologia da Informação do Estado de São Paulo). Ele conseguiu nada menos que 98 certificações  na área de tecnologia ao longo de 15 anos de carreira, sendo inclusive  eleito por duas vezes pela Microsoft como o melhor instrutor MCT (Microsoft Certified Trainer) do mundo.

Bem, logo de cara, algumas perguntas são inevitáveis:

Para que tanta certificação?

Tanta diversificação de conhecimento na área de TI não pode ser exagero para um profissional só, o que poderia torná-lo um quebra-galho, um faz-tudo que não domina nenhuma tecnologia em especial?

Ele tem ganhos financeiros na proporção do tamanho do esforço (e haja dinheiro!) que teve que empreender para chegar nesse patamar de destaque?

Sim, são perguntas que inferem uma resposta com tendência ao lado negativo da coisa, porém vamos nos ater a uma visão mais global do profissional, tirar o foco do número absurdo de certificações, raciocinar mais nas entrelinhas.

Após ler toda entrevista com calma, gostaria de tecer algumas considerações sobre os que considero os maiores ganhos obtidos por esse profissional :

Podemos identificar alguns ganhos indiretos, como visibilidade, capacidade de adaptação e atualização tecnológica, disciplina, tenacidade, perfil multidisciplinar, inconformismo (por que não ir mais longe?), só para citar os que pensei de momento. São atributos demonstrados ao longo de sua caminhada em direção a essas conquistas.

Agindo assim, ele excedeu as expectativas do mercado, e gente assim é o que mais falta. Não, não estou dizendo que as 98 certificações o definem como profissional diferenciado, um talento, mas os atributos demonstrados para se chegar até esse ponto é o que mais deve ser valorizado, e que faz dele uma peça rara no mercado. Isto é o que quero deixar claro.

Os desafios de se fazer um curso superior, curso técnico, de certificar-se ou de qualquer outra especialização ou projeto que se venha a participar tem muito, mas muito mais a revelar sobre um profissional do que apenas um pedaço de papel carimbado atestando uma aprovação e participação. O papel é somente uma mera formalidade, pura consequência.

Não é simplesmente uma questão de ter ou não ter um diploma, certificação, mas de entender o preço que você pagou para chegar lá, por quantas privações teve que passar. E nunca é fácil.

Parabéns a esse profissional e que sua carreira sirva de inspiração para jovens e veteranos. Da área de TI ou não. Último conselho: esqueça os pessimistas e continue correndo, construindo sua carreira. Isto foi o que eu acabei de aprender com a experiência dele.

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s