Deixe o Ubuntu com cara de Windows 7

Publicado: setembro 4, 2010 em Linux

Uma das grandes reclamações que acabamos ouvindo de quem tentou migrar o computador pessoal (ou da esposa, ou da mãe, ou da empresa…) para o Linux é que o visual do Linux é bem diferente e portanto a curva de aprendizado é grande, exigindo muito tempo do usuário para se adaptar – tempo esse que ele não pode gastar (por ser um funcionário que depende da produtividade) ou não quergastar (no caso da mãe, que não quer aprender de novo como chegar ao Paciência…).

Pessoalmente acho isso um pouco forçado, se os usuários conseguiram migrar do Windows 98 para o XP e depois para o Vista (considerando os maiores saltos no visual do sistema), a curva de aprendizado para usar o Gnome não deveria ser tão grande. Enfim, questões filosóficas à parte, e se fizéssemos diferente? E se em vez de obrigarmos o usuário a se encontrar em um novo sistema visual, usarmos o visual  do Windows? Assim, seu sistema que hoje é assim:

Pode ficar assim:

Em um primeiro momento pode parecer profano usar um tema que vai transformar seu Ubuntu em umWindows (afinal, se você quisesse o Windows era só instalar o Windows, certo?), mas para usuários iniciantes é uma boa solução. Usando esse tema e instalando o conjunto correto de aplicativos, é perfeitamente possível emular o sistema Windows no Linux, e assim diminuir a curva de aprendizado na migração. Para a empresa em que você trabalha ou para sua mãe, é perfeito.

O processo de transformação é relativamente simples: você baixa um arquivo compactado, descompacta e executa o script de instalação (ou de desinstalação, se você não gostou do resultado final), respondendo algumas perguntas que serão feitas durante a instalação. Mas, antes de continuarmos, alguns avisos importantes:

  • O processo de alteração do visual inclui a instalação de alguns programas e edição de arquivos de configuração do Linux. Se você não tem muita ideia do que está fazendo ou não pode se dar ao luxo de ficar sem usar o computador caso o procedimento dê algum erro, evite seguir os procedimentos abaixo;
  • Essa modificação não permite rodar programas do Windows, apenas altera o visual. Se você realmente quiser executar aplicativos nativos do Windows, a melhor solução é instalar e configurar o Wine junto com esse tema;
  • TB não se responsabiliza por eventuais problemas no sistema operacional de seus usuários. Todo o procedimento foi devidamente testado e validado, portanto não adianta aparecer aqui depois gritando “EU PERDI MEU SISTEMA OPERACIONAL! VOU MATAR A FAMÍLIA DO REDATOR E DOS EDITORES!!!!!11111ELEVEN!!!!!”;

Começando com a heresia

Dito isso, vamos ao procedimento. Você vai precisar de uma instalação do Ubuntu 10.04 e uma conexão com a internet para começar. Antes de começar, atualize o seu Ubuntu digitando os comandos abaixo no Terminal:

sudo apt-get update
sudo apt-get upgrade

Com o Ubuntu atualizado, é hora de baixar os arquivos que modificarão o visual. Ainda no terminal, digite:

wget http://lite.fr.nf./r-f

O que esse comando faz é baixar os arquivos necessários para o ritual. Ao término, você deverá ter um arquivo chamado Win2-7Pack_v5.8_Multilang_Aero_MD5:9eeb04aa8847938a2b325b3e81c4ae2d.tar.lzma no diretório em que você rodou o comando acima. Vamos dar uma rápida diminuida nesse nome, com um comando rápido:

mv Win2-7Pack_v5.8_Multilang_Aero_MD5:9eeb04aa8847938a2b325b3e81c4ae2d.tar.lzma Win2-7Pack.tar.lzma

Agora você deve ter um arquivo Win2-7pack.tar.lzma. Melhor, não? Continuemos. Agora, rode os dois comandos abaixo no terminal:

unlzma Win2-7Pack.tar.lzma
tar -xvf Win2-7Pack.tar

Você pode usar o Nautilus, mas não tem a mesma emoção do terminal

Isso irá descompactar os arquivos em uma pasta. Agora, é hora de rodar o script de instalação do tema. E aqui tem uma pegadinha: se você usa o Ubuntu em inglês ou espanhol, basta acessar a pasta pelo Nautilus e clicar no arquivo GUIInstall.sh. Se o seu Ubuntu estiver em português, você ainda vai ter usar um pouco o terminal. Motivo? O script “se perde” se o sistema não estiver em determinados idiomas, e começará a exibir diálogos em branco e em loop infinito. Assim, no terminal, acesse a pasta com os arquivos e digite o comando:

./GUIInstall.sh --language

Isso chamará uma janela adicional perguntando em qual idioma você quer que o script rode. Escolha o que achar melhor, e vamos em frente. Nesse ponto, o script vai começar a verificar o que você já tem instalado no sistema e vai fazer uma série de perguntas, solicitando a instalação de alguns programas extras e afins. Você pode definir o que vai querer instalar ou não, mas a dica é: se a sua máquina é modesta ou se você rodando em uma máquina virtual, evite efeitos 3D.

Na minha máquina virtual marquei poucas coisas, mas em uma máquina boa pode ir na fé

Ao final do processo, será pedido para você sair do sistema para que algumas alterações entrem em vigor. Faça isso, e vislumbre o resultado. :)

gora seu Ubuntu terá a cara do Windows 7, e até mesmo os menus mudaram para ficar o mais próximo possível do sistema da Microsoft. Acima, a minha pasta de usuário. Perceba que até mesmo os ícones mais básicos mudaram. :)

E como faço para voltar ao que era antes?

Se mexer com leis sagradas do universo não lhe agrada, fique tranquilo. No mesmo diretório, há um arquivo chamado GUIUninstall.sh. Basta clicar nele, seguir as instruções, e voltar ao Ubuntu bom e velho de guerra.

fonte: http://tecnoblog.net

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s